Total de visualizações de página

quinta-feira, 29 de março de 2012

A sede


Nas aulas vagas antes do almoço, os membros da chapa vencedora foram conhecer a sede do Grêmio Estudantil, onde iriam passar boa parte do tempo extra-aula pelo resto do ano. O local era uma sala não usada no terceiro andar do lado B, próximo às salas dos 7º, 8º e 9º anos.
O cômodo consistia de uma pequena sub-sala no fundo, destinada para o presidente; uma grande mesa redonda, para as reuniões; e um quadro negro para eventuais apresentações. Também havia armários, um frigobar, estantes. Após abrir a porta e passar algumas instruções, a professora Célia decidiu deixá-los à vontade no novo QG.
– Isso é incrível! – Hugo exclamou.
– Mano, valeu a pena tudo o que passamos. – Ciano disse.
– É, mas está precisando de uma faxina, né? – Diana criticou.
– E uma decoração, esse lugar está o ó. – Paty emendou.
– Não sei o que vão fazer, mas eu vou para minha sala. – Alex avisou.
Eles o seguiram, pois também queriam ver como era a tal sala. Nela havia uma mesa, uma cadeira mais confortável para Alex e duas menos, para os visitantes; um frigobar e um armário; mesinhas e prateleiras.
– Muito bom, hein, Alex. – Solano elogiou.
– É, mas também precisa ser limpo. – Diana criticou novamente.
– Você só pensa nisso? – Alex quis saber.
– No momento, sim. E já que essa é a sua sala, você limpa! – ela disse.
Eles deixaram Alex só na sala do presidente e foram arrumar o resto da sede. Diana e Paty achavam alguns panos e produtos de limpeza, enquanto os outros garotos brincavam nas cadeiras giratórias da mesa de reunião. Alex foi até o frigobar e pegou um refrigerante. Abriu, bebeu um gole, parou na porta e ficou olhando para a cena que se desenrolava.
As meninas varrendo e tirando o pó, conversando como se fossem amigas desde sempre. Ciano girava na cadeira, impulsionado por Solano e Hugo ria, fazendo parte totalmente daquele grupo.
Após beber outro gole e entrar novamente em sua sala, Alex sorriu.


– Não era esse o combinado. – a diretora Tulipa falou para o rapaz de jaqueta de couro sentado à sua frente.
– Eu perder a eleição também não era o combinado. – ele retrucou.
– O resultado não tinha nada a ver com o dinheiro, você e o seu pai pediram eleições para grêmio estudantil e eu fiz. – a diretora se explicou.
– Mas eu me lembro de você ter se recusado a manipular os votos e se você tivesse feito, não estaríamos tendo essa conversa agora. – ele argumentou. – Para sua sorte, meu pai e eu temos palavra e, por isso, iremos te pagar, porém você irá fazer exatamente o que eu disser a partir de agora.
– E o que é? – ela perguntou.
– Nos próximos 5 meses, o colégio receberá uma parcela de R$4 milhões por mês, fechando os 20 que faltam. – Mauricinho falou. – Nesse meio tempo, o grêmio deverá apresentar alguns projetos e propostas que precisarão do seu aval. Você irá concordar com tudo, sempre. Depois de receber tudo, você vai começar a desviar a sua parte, mas de modo que pareça que o grêmio está fazendo isso. Ficou claro? – ele finalizou.
– Sim, mas por quê? – a diretora quis saber.
– Eu quero vê-los humilhados, odiados, vaiados, jogados pelos cantos do colégio, principalmente o Lemos. – o rapaz falou com raiva.
– Pode considerar feito. – Tulipa assegurou.
– Eu espero que sim, pois se você não fizer isso, você sabe que meu pai tem poder para tirar, não só o que estamos te pagando, como também levar esse colégio inteiro à falência, não é? – ele adicionou.
– Não se preocupe, nada vai dar errado dessa vez. – ela disse, enquanto o garoto levantava.
– Ótimo! Então estamos conversados. – Mauricinho disse e saiu.
Sozinha em sua sala, a diretora Tulipa engoliu em seco.

5 comentários :

  1. Eu confesso que li o título como "A sede (vontade de beber água)". kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Então a diretora é uma bitch??! Putz, não esperava MESMO por essa.
    Que pai rico e disposto a tudo pelo filho é esse?? Mauricinho é filho de Eike Baptista? Hahaha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que ela não é uma bitch... Bitch é você dona Elayne! RUN'
      kkkkkkkk'

      Excluir
  2. Ridículo a diretora sendo subornada pelo pai desse mané!

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto Ricky, super interessante... E será que existe mesmo esse tipo de diretora que se da o desfrute?! OMG

    ResponderExcluir